A motorista da Kombi escolar ensinava atolando o acelerador!

Photo from www.pumpthatpedal.com

Os melhores carros para se ver um pedal pumping bem feito são os VW antigos, mas tme uma guerreira que proporciona bons espetáculos. E é a Kombi.

Lembro de quando era garoto, já era fascinado pelos pés das tia da kombi que nos levava para a escola. Era anos 80 e a kombi já era problemática. A tia sempre dava umas pisadas mais fortes no acelerador pra kombi não morrer. Mas a vez que masi lembro foi o dia que fui na frente com ela. Era próximo ao feriado e a kombi estava vazia. Minha mãe me deixou na casa da mulher, pois ela morava perto de casa.

Fui o primeiro a entrar na kombi e a mulher pediu pra ir na frente com ela. Eu entrei e já fixei o olho naqueles pezinhos com unhas vermelhas e sandália. Ela devia ter seus 40 anos e tinha pés lindos. Hipnotizantes para um moleque. Lembro que para dar partida ela já começava bombando o acelerador. Acho que aquilo era uma constante. Ela devia bombar aquele acelerador todos os dias.

Antes de dar partida deu várias bombadas chacoalhando a perna inteira tipo com força e velocidade. Enquanto bombava ela dava partida. Cada vez que o carro ficava mais próximo de pega ela bombava mais rápido e mais forte. Aqueles pezinhos realmente sabiam o que estavam fazendo. Quando a kombi pegou ela já sabia o ponto certo de acelerar.

A kombi pegou e ela continuou bombando e a kombi foi rugindo cada vez mais alto como que acordando. Era um barulho ensurdecedor cada plantada de pé que ela dava. Isso pq estava só começando. Ela bombou umas 5 vezes e depois começou a dar aceleradas terríveis. Pisava até o chão e soltava até a metade e já enfiava o pé outra vez. Seus pés se esticavam e cada vez que ela fincava o pé eu via aqueles dedos se espalharem na sandália. A kombi gritava demais e a tia nem se preocupava. Agia normalmente.

Ela começou a sair da garagem com a kombi funcionando e sempre metendo o pé no acelerador. Enquanto da va ré ela ia pisando e soltando mas pisando forte. Manobrou a kombi e, antes de sair pra fechar o portão, deu umas 3 aceleradas até o fundo outra vez mas pisava com vontade até o pedal afundar no chão, e soltava. Quando fechava o portão a kombi morreu.

Ela nem se preocupou, entrou na kombi outra vez, deu partida, a kombi pegou outra vez e ela se mostrou disposta a não deixar morrer outra vez. Começou a dar aceleradas violentas e deu 2 atoladas de pé deliciosas. Pisava até o talo e segurava, soltava e esmagava o acelerador sem dó espremendo o pedal contra o chão enquanto a kombi urrava de dor. E quando ela estava pisando tudo o pé ia escorregando pelo pedal. Que cena inesquecível.

Depois de mais algumas pisadas violentas ela saiu com a kombi e o resto da viagem foi normal. Cada parava no semáforo ela dava umas castigadas.


Photo from www.pumpthatpedal.com

Anúncios

Comente sobre essa História

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s