A mulher da feira dando um tranquinho básico.

Photo from www.pumpthatpedal.com

Passei a pé por uma feira uma vez e tinha uma mulher recolhendo as coisas de sua barraca de frutas. Era uma mulher e mais 3 garotos recolhendo as caixas e desmontanto a gôndola. Quando estava próximo a ela eu reparei em seus pés e ela usava chinelos havaianas pretas já gastas e com o calcanhar sujinho. Já imaginei que ela dirigia descalça.

Fui até a barraca de pastel e reparei que eles desmontavam e guardavam numa kombi com carroceria de madeira. Comi um pastel e sempre de olho no movimento da desmontagem. Quando eles terminaram a desmontagem e começaram a amarrar a lona na kombi eu paguei o pastel e fui caminhando devagar, olhando para a dona da barraca.

A kombi estava parada de ré numa vaga que era inclinada. Isso só fez sentido mais tarde pra mim. A mulher entrou na kombi e eu passei ao lado olhando pra dentro do carro enquanto ela sentava-se ao volante e tirava os chinelos. Quando tirou os chinelos ela stalou os dedões do pé como que descolando eles, pois deviam estar suados e sujos. Logo já pisou na embreagem e acomodou seu pe no acelerador.

Fechou a porta e ficou olhando pelo retrovisor. Eu então me posicionei próximo fingindo mexer no celular. Ela tiro a cabeça pra fora da kombi olhando para os garotos que trabalhavam com ela. Eles jogaram as cordas em cima da lona e se posicionaram atrás da kombi. A partir daí eu entendi o que estava pra acontecer. Ela ia dar um tranco. Eles avisaram pra soltar o carro e começaram a empurrar ela mexeu no cambio e o carro começou a andar.

Estava bem pesado mas como era descida pegou embalo rápido. Ela então deu o tranco e com extrema rapidez já deu logo umas pisadas violentas. A kombi fazia barulho alto mas meio estourando o escapamento. Ela deu várias aceleradas fortes mas sempre pisando e soltando. Encostou a kombi e, enquanto dois meninos entravam na cabine, ela continuava metendo o pé no acelerador. Fiquei imaginando aquele pezinho afundando o pedal com vontade. Ela deu mais umas 5 aceleradas muito fortes e por fim uma bela esgoelada que o escape cuspiu fumaça e o motor gritou de dor.

Saiu em direção a avenida e, logo que parou no semáforo, deu mais umas castigadas que dava pra ouvir de longe.


Photo from www.pumpthatpedal.com

Anúncios

Comente sobre essa História

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s