Dedinhos Perfeitos acelerando forte!


Fui a uma casa de massagem uma vez e conheci uma morena linda, deliciosa e com pés perfeitos. A Alline era demais. Corpo escultural bom papo e mãos mágicas. Depois que ela fez a massagem ela perguntou se eu queria continuar e eu disse que sim ela me perguntou se eu queria com a mão e com os pés. Eu nem pensei muito e disse, ainda extasiado, com os pés. Ela se virou de bunda pra mim e começou a me masturbar com os pezinhos mais perfeitos que eu já tinha visto. Que solas lisinhas e que delícia. Que habilidade.

Depois que gozei ficamos conversando e eu fui perguntando dos pezinhos dela etc. Ela foi se abrindo e dizendo que adorava os próprios pés e que sentia muito prazer com eles. Adoráva tê-los bjados e acariciados e adorava realizar fantasias com eles. Eu ainda meio sem graça mas queria logo saber o que eles já tinham feito. E fui perguntando qual o tipo de fantasia ela ja tinha realizado e ela foi contando. Quando ela falou a frase mágica “pedal pumping“, e continuou relatando outros.

Eu perdi a vergonha e disse que era fã de pezinhos no acelerador e perguntei sobre o que ela tinha feito quando realizou a fantasia de pedal pumping. Ela disse que nem morava aqui ainda, no estado de SP, morava em Goiânia e tinha sido para um namorado. Eu perguntei o que exatamente ela tinha feito. Ela respondeu que o namorado gostava de vê-la dirigindo de saltos altos e dirigindo bem rápido. E que ele pedia pra ela enquando corria, pisar na embreagem e dar aceleradas bem fortes no carro. Eu perguntei se ela tinha gostado. Ela disse que até gostava de ouvir o ronco do motor mas ficava com receio de sair por ai correndo com o carro.

Então perguntei se ela não queria fazer uma sessão de pedal pumping comigo. Ela disse que poderia fazer mas queria saber detalhes. Eu disse que gostaria de ver aqueles pezinhos perfeitos dela acelerando descalços, mas com o carro parado, só pra fazer o motor gritar. Ela riu e disse que podia fazer mas sem fotos e sem vídeos. Eu nem discuti, não é sempre que temos esta oportunidade.

Peguei o telefone dela e combinamos de sair uma dia fora da casa de massagem. LIguei pra ela e combinamos de sair, ela queria jantar num determinado restaurante e a levei lá. Tivemos um jantar agradável e então fomos embora. Eu imaginei que ia rolar um sexo delicioso depois da sessão de aceleradas. Mãs não foi o que aconteceu rs. Ela estava de saltos altos com as pernas bronzeadas e lisinhas. Quando fomos entrar no carro ela pegou a chave da minha mão e disse que iria dirigir de volta.

Eu logo entreguei a chave a ela. Entramos no carro e ela foi tirando os sapatos e dizendo que adorava dirigir descalça. E me perguntava se eu queria ver ela dirigindo descalça, porque ela era boa motorista e adorava acelerar. Ela estava me deixando louco com aquela conversa. Então ela deu partida e saiu com o carro e fomos dar uma volta. Ela dirigia muito bem, respeitando limites de velocidade e sempre muito atenta ao trânsito. Aí ela me perguntou onde poderíamos parar o carro pra ela mostrar do que era capaz.

Indiquei um local que tinha um estacionamento público que ficava vazio à noite, era perigoso mas valia o risco. Durante o caminho e dirigia normalmente e, de vez em quando, pisava na embreagem e dava aceleradas bem forte no carro. e sorria. Eu ficava louco com aquilo. Chegamos no estacionamento ela encostou o carro olhou pra mim e disse como eu gostaria que ela acelerasse. Eu respondi de cara: quero ver vc meter o pé sem dó como se fosse destruir o motor. Ela riu e começou a dar aceleradas violentas no carro. Sempre perguntando se eu estava gostando! Ela apertava até o fundo e soltava apertava e soltava apertava e soltava sem parar. Eu pedi pra ela fincar o pé sem dó e segurar. Ela então levantou o pezinho e fincou de uma vez. ficou segurando e esticando a perna, enquanto o carro gemia sem parar. Deixei ela pisando tudo por uns 30 segundos aí pedi pra ela me mostrar a solinha do pezinho dela. Ela me mostrou e perguntou porque eu queria ver a solinha aquela hora.

Eu peguei aquele pezinhos com as mãos e tentei lamber mas ela não deixou, aí mostrei pra ela as marquinhas do pedal na solinha dela. Ela então pegou o próprio pezinho e olhos as marquinhas. Sorriu e disse que se era isso que eu gostava eu ia ver mais. E começou a socar o pé no acelerador. Ela pisava sem medo e sem dó nenhuma do meu carro. Se estivava toda pra espremer o acelerador no chão. Aqueles pezinhos perfeitos acelerando forte me deixavam muito excitado e ela não pisava pouco, pisava muuuuuito. E às vezes parava e me mostrava a solinha marcadinha pelo acelerador. Me fazia passar a mão e sentir as marquinhas e voltava pro acelerador.

Ela fincava o pé sem parar. Começou a acelerar e olhar pra mim sorrindo dizendo que adorava ouvir o carro gemer e segurava o pedal no fundo pra me deixar louco. Ai pisava e soltava, pisava e soltava, pisava e soltava, até o talo sem dó e dizia que estava adorando aquilo e que o pezinho dela estava ficando marcadinho de tanto ela acelerar. O carro urrava sem parar e a temperatura do motor estava subindo e eu louco de tesão. Então depois de 10 minutos daquela sessão de fortes aceleradas ela parou e me deixou passar a mão uma última vez naquelas solinhas marcadinhas.

Pediu pra trocarmos de lugar que ela queria ir embora. Eu fiquei extasiado e não sabia o que fazer pois estava de perna bamba. Perguntei se poderia marcar outras sessões e ela muito danada me disse: Talvez!

 

Anúncios

Um comentário em “Dedinhos Perfeitos acelerando forte!

Comente sobre essa História

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s