Mãe de um Amigo da Escola Acelerando a Panorama


A mãe de um amigo da escola, na época da 6a série, era uma mulher linda e tinha pés maravilhosos. Sempre ia em casa buscar cadernos pra levar pra ele copiar a matéria, pois ele vivia doente. Ela era muito gata e aqueles pezinhos me deixavam fascinados.

Um dia ela me convidou pra ir à casa dela pra brincar com o o filho dela. Falou com minha mãe que me levaria na hora do almoço e depois me deixaria de volta no fim da tarde. Minha mãe deixou e eu me aprontei, peguei algumas figurinhas da copa e fui com ela.

Entrei na Panorama Marrom dela e sentei no banco de trás, do lado do carona. Ela estava de tamancos e foi logo tirando pra dirigir. Colocou aqueles pezinhos lindos nos pedais e deu partida no carro com o acelerador apertado. O barulho inconfundível da panorama era delicioso, mas ela não acelerou muito.

Ela logo saiu com o carro e, durante o caminho eu não conseguia tirar os olhos daqueles pezinhos trabalhando os pedais com maestria. Ela conversava comigo e eu respondia vidrado naqueles pezinhos dirigindo descalços. Ela passou pelo centro da cidade e pegou algumas avenidas. Ela corria muito. Andava voando pelas avenidas. Eu podia ver aquele pezinho apertando o acelerador pra fazer a panorama voar.

Pisava mesmo sem dó. E a pobre panorama se esforçava pra andar rápido, mas não era páreo para o peso daqueles pezinhos. Ela então parou numa padaria, comprou leite e um bolo. Voltou pro carro e mais uma vez desalçou os tamancos pra pisar descalça naquele acelerador pequeno da panorama.

Saiu e mais uma vez voava pelas ruas. O pezinho não saia do fundo a não ser nos semáforos. Ela então entrou numa rua que estava bloqueada. Teve que dar ré e pegar outro caminho. Uma viela que os carros estavam passando, mas era de terra e esburacada nas beiradas, com um pouco de cascalho.

Ela então entrou pela viela e foi acelerando a panorama sem medo, o carro ia valente sob o comando daquele pezinho lindo e delicioso. No meio da subida começou a patinar no cascalho e ela enterrou o acelerador no fundo, e o carro chacoalhava patinando nas pedras e não subiu mais.

Ela pisou no freio e foi descendo de ré até o começo da viela. Perguntou pro funcionário da prefeitura se tinha outro caminho pra passar porque o carro não estava subindo. ele logo respondeu que tava complicado mesmo mas as pessoas estavam pegando bastante embalo e subindo sem parar.

Ela manobrou a panorama e foi para cima de um canteiro onde as pessoas estavam pegando embalo. Engatou a primeira com o carro já alinhado. deu duas aceleradas mais fortes no carro e saiu acelerando e pegando embalo, quando chegou no começo da subida ele enfiou o pé até o fundo em primeira marcha e não soltou mais.

A panorama gritava alto quanto podia e ela com o pezinho fincado no pedal e as rodas jogando pedra pra todo o lado e derrapando mas subindo valentemente e ela controlando o volante das vezes que o carro ameaçava sair da estrada. O pezinho deslumbrante sempre atolado no acelerador forçaram a panorama durante um bom tempo até ela subir a viela. Foram uns 2 minutos subindo com o pezinho afundado no acelerador fazendo a panorama gritar alto e ralar os peneus no chão.

Quando chegamos no topo a panorama morreu a hora que a mulher pisou no freio e soltou o acelerador. Ela rapidamente deu partida e o carro não pegou. Ela então pisou o acelerador todo e deu partida mais algumas vezes sem tirar o pezinho do acelerador. Na 4a tentativa o carro pegou e ela deixou o pezinho ainda no acelerador um segundo. A panorama rugiu alto mas logo ela soltou. Deu mais algumas aceleradas bem fortes tipo até o fundo e soltava bem rápido. Devem ter sido umas 3 aceleradas bem fortes com aqueles pezinhos perfeitos que fizeram a panorama urrar alto.

Ela então saiu acelerando e voando pelas ruas até a casa dela. Na volta não tivemos problemas, infelizmente, mas as aceleradas da ida já foram suficientes pra eu nunca mais esquecer aqueles pezinhos.

Anúncios

Comente sobre essa História

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s