MInha Tia e suas Havaianas Dando Aceleradas


Muito tempo depois desta história aqui da Brasília eu fui levar uns documento para aquela minha tia. Cheguei em sua casa toquei o interfone e ela me pediu pra esperar que ela estava saindo. Eu corri no carro e desliguei mais uma vez o cabo de partida, um truque infalível para ver algumas aceleradas. Voltei para portão.

Minha tia veio com aqueles pés lindos e aquelas havaianas batendo em suas solinhas deliciosamente. Perguntei a ela algumas coisas e entreguei os documentos pedindo pra ela verificar tudo. Conversamos um pouco e eu disse que precisava ir pois o carro precisava ser levado ao mecânico. Ela não deu muita conversa e foi fechando o portão, eu corri pro carro pra dar tempo de ligar e ele não pegar. Então eu dei duas partidas e ele não pegou.

Ela saiu da casa outra vez perguntando se eu precisava de ajuda. Eu disse que ele já tinha dado este problema antes, e eu achava que era porque o motor estava frio. Então dei partida mais uma vez e nada.

Destravei o capô e fui abrindo e dando uma olhada geral. Pedi pra ela dar partida. ela já foi andando e eu reparando naqueles calcanhares lindos que tanto me deram tesão. Ela então deu partida e o carro não pegou. Fiquei ali mexendo e pedindo pra ela ligar o carro várias vezes. Ela sempre ligava com o pedal acionado. Mas nunca até o fundo. Eu também não a vi bombar o acelerador.

Então depois de 7 tentativas frustradas eu pedi pra ela ligar uma última vez mas com o acelerador todo apertado. Eu já havia conectado o cabo de partida e assim aconteceu. Quando ela deu partida o carro pegou já urrando forte, ela soltou o acelerador e voltou a pisar outra vez mas desta vez de forma branda. Pisava até a metade e segurava soltava e apertava outra vez.

Pedi pra ela dar aceleradas fortes pra esquentar o motor. Ela com aquelas lindas havaianas protegendo aqueles pezinhos lindos começou a dar aceleradas bem fortes, eu dizia pra pisar mesmo, e ela começou a violentar o motor com aceleradas de dar medo. Atolava o pé bem fundo e soltava, pisando e soltando sempre com o pezinho indo até o talo.

Depois de muitas aceleradas e vizinhos sendo acordados por aqueles pezinhos eu agradeci e me despedi.

Anúncios

Comente sobre essa História

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s